quinta-feira, 5 de maio de 2011

Vazio por completo

Lá se vão 5 meses.
5 longos e ABSURDOS meses.

Faz 5 meses que ele me disse que queria ficar sozinho.
Faz 5 meses que vi ele com ela naquela festa.
Faz 5 meses que fui embora chorando de lá, abismada por ele me causar tanta dor.
Faz 5 meses que olho pros lados, procurando alguém que valha alguma coisa.
Faz 5 meses que vi que eles são todos iguais.


5 meses de pessoas previsíveis ao meu redor, de gente que não vale de nada, de sorrisos forçados, de vergolha alheia, de lágrimas covardes, de saudade inútil.

5 meses de vazio.
Vazio por completo.

Não sei mais o que é sentir, pareço uma cega, que só vê uma repetição exaustiva de luzes, sem nada a acrescentar.

Lá se foi um tempo que não tem volta, um verdadeiro desperdício.

E lá vem mais 5 meses idênticos. Dias e semanas exatamente iguais, desesperados e afobados como eu.
Lá vem tudo de novo, os mesmos tropeços, erros, batidas na parede.
Porque afinal, de que adianta eu escrever aqui sobre como as coisas mudarão?
A vida tem se mostrado sempre a mesma. Longa e absurda...
Sou só uma marionete dessa peça sem graça, cansada de "atuar".

E não me venha dizer que tem pena de mim por eu não sentir nada!
Felizes são aqueles que venceram! Sorte a deles! Não é?
Pra mim resta sempre o segundo lugar. Posição de derrota, abraço o costume e o comodismo que ela me dá. Pelo menos isso: tenho alguma coisa pra abraçar.
Sou só eu e eu mesmo. Combinação perfeita em 5 meses de uma ridícula solidão.

2 comentários:

entrelinhasdohorizonte disse...

Você escreve com tanta clareza e sinceridade, que deu pra sentir toda essa agonia daqui. Parabéns.

disse...

Eu sinto a mesma coisa a seis meses, não mudaria nada do que tu escreveu é tipo o que eu vivo, o que eu sinto. Parabéns.