sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Diagnóstico

- Doutor! Doutor! O senhor precisa me ajudar!

- O que foi, minha filha?

- Não sei. Não sinto meu coração.

- Como não sente seu coração? Venha aqui. Respire. Diga trinta e três.

- Trinta e três.

- Novamente.

- Trinta e três.

- Repita.

- Trinta e três.

- Não, querida. Você está enganada! Você tem um coração sim. Ele só está quebrado.

- Ah... sério, doutor?! Mas eu... mas eu não sinto nada!

- "Não sentir nada" aí dentro faz parte do processo. Por acaso você está tendo ódio, raiva, arrependimento?

- Sim...

- Choro?

- Todo o tempo...

- Ah, um caso clássico de coração partido.

- Mesmo? O que eu faço? Tem algum remédio?

- O tempo.

-...

- Ah! E fique longe dele. Ver ele não vai te ajudar nada. Tenta fingir que ele nunca existiu, vai por mim. Vai ser difícil, vai doer, mas uma hora você vai conseguir tratar ele como trata todo mundo.

- Mas eu vou ficar bem?

- A gente sempre fica.

4 comentários:

pEdrooo disse...

Dr!!
- Oukay moçinha seu remedio é facil e muito legal chamado lexotan encontra na farmacia com 15 mangos Tigrão !

Renuska disse...

HAHAHAHHAHAH que maldade.

pEdrooo disse...

Até ontem- ontem seu blog parecia um jornal era um cigarro e uma leitura fácil e fascinante logo acostumei aprendendo a contemplar sua dor e achar bonito refletir sobre ela, mas não postou mais porem não fumei mais e meus dias não foram normais . :D

( tradução : posta posta posta !! )

Alice disse...

gostei muito viu
^^