sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Música, café e abraços

A gente tem todo esse problema de esperar demais, de querer demais. São muitos passos atrás do que a gente julga como necessário ou importante.

Mas a verdade é que não importa o quanto você caminhe, esse tipo de coisa não é a gente que decide. É mais que todos os sorrisos e todas as vontades. É algo maior que a gente, e talvez por isso doa tanto.

Porque não é O fim que enche o saco e chateia naquela hora que você fecha os olhos antes de dormir. Mas sim saber que não foi dessa vez que você conseguiu. Que de novo, você se enganou. E que vai demorar mesmo pra você se acostumar com a idéia de que gostar de alguém é complicado demais…

Um dia a gente vai entender tudo isso. Do mesmo jeito que a gente entende de música, de café gostoso e de abraços bons.

Um comentário:

Rodrigo disse...

amém!

;)

Bom finde