sexta-feira, 12 de setembro de 2008

lá fora passa o tempo sem você

Hoje, antes de levantar, os olhos encheram d'agua.
Sou chorona. Choro pra conseguir o que quero, choro em filmes, choro quando me machuco e quando brigo com um amigo por motivos bobos.
Mas passei a vida toda jurando que jamais ia chorar por um cara. Segurava as lágrimas, engolia o tal do pranto. Me fazia de forte e ria da dor, tirando sarro do que ousava sentir.

Semana passada eu desabei. Acho que pela primeira vez em toda minha vida. A real é que agora dou risada da situação, como se tivesse feito uma coisa absurda. Olha que idiota. Eu chorei por ti. Pra que? Por nada.
Pra que querer o nada, né? Afinal, o tempo tá passando, e olha eu aqui sem nada.

Quando levantei, tomei uma decisão: hoje é o primeiro dia do início de uma nova fase.
A partir de hoje eu vou me forçar a tentar seguir em frente sem te ter.

E isso sim me faz chorar.

2 comentários:

Leli disse...

eu choro quando escuto fresno. sério, tem umas que não me seguro
HAHAHAHAHAHAHAHAHA

ah, sabe. vontade de te dar um abraço. __o__

palavraacida disse...

Eu choro quando eu dou muita risada ^^ e aqui entre nós eu dou muita risada o dia todo ! Parabéns pelo blog ta bem legalzinho !